Applet
Assinatura de games é modelo que veio para ficar, diz executivo da Ubisoft

por valmello

Desenvolvedor

janeiro 17, 2024

Publicação

80 view(s)

Visualizações

Em entrevista a VEJA, Philippe Tremblay, diretor da gigante francesa, disse que serviço atrai novos jogadores e valoriza catálogo

Philippe Tremblay, diretor de assinaturas da Ubisoft, gigante francesa de videogames – (Ubisoft/Divulgação)


Príncipe da Pérsia: A Coroa Perdida terá de esperar até quinta-feira, 18. É a data oficial de lançamento da nova versão do clássico videogame, que reabilita o tradicional cenário em duas dimensões das primeiras versões e traz novos desafios para o personagem. Mas para alguns felizardos assinantes do serviço da gigante francesa essa espera terminou na segunda, 15.Quem quiser jogar

O Ubisoft+ Multi-Access e PC Access foram fundidos no Ubisoft+ Premium. O serviço oferece novos lançamentos no primeiro dia e acesso antecipado, como no caso do Príncipe da Pérsia: A Coroa Perdida. Além disso, a empresa também está apresentando o Ubisoft+ Classics no PC, uma seleção com curadoria de jogos populares de catálogo e jogos ao vivo.

Como no caso dos serviços de streaming de filmes e música, a indústria de videogame aposta nas assinaturas para manter o negócio lucrativo e também para renovar o interesse pelos jogos eletrônicos. Pelo visto, a estratégia está dando certo e o redirecionamento do serviço da Ubisoft tem como objetivo extra valorizar o catálogo da marca — um legado com 35 anos de peso.

“Para nós, tem sido muito bom e interessante”, disse a VEJA Philippe Tremblay, diretor de assinaturas da Ubisoft. “O que vemos com o modelo de assinatura é a capacidade de trazer jogadores que ainda não conheceram esse mundo. E tudo isso é descobrir, tornar nossos mundos mais acessíveis a muitos milhões de consumidores que ainda não descobriram nossas franquias.”

Trabalho em evolução

É um trabalho paulatino. Em abril do ano passado, foi a expansão do console XBox. Agora, os serviços que atendem computadores pessoais e o acesso aos clássicos. Mas o modelo de negócios de assinaturas está em expansão há quatro anos. “Estamos indo para o quinto”, disse o executivo. “Estamos dando as boas-vindas a milhões de jogadores nesta jornada. E é por isso que sentimos que hoje era importante trazer uma evolução à nossa oferta.”

Outro investimento importante da empresa está nos jogos para smartphones. Com a evolução dos modelos de celulares, está mais fácil lançar jogos elaborados e com gráficos mais definidos. “Definitivamente, há mais qualidade nos jogos que estão sendo feitos para celulares”, disse Tremblay, que mencionou como exemplo a versão de Assassin’s Creed para os aparelhos móveis, Codinome Jade. “É algo que também veio para ficar.”

FONTE: Veja